Dicas de Saúde

Publieditorial: Será que vão clicar?

A cólica, em geral, é bem conhecida dos pais que têm recém-nascidos. Cerca de 70% dos bebês sofrem com o problema a partir da primeira quinzena de vida. Os especialistas dizem que ela surge porque o aparelho digestivo ainda é imaturo nesta fase e, depois de a criança mamar, o órgão fica sobrecarregado e responde com as dores. Mas há outros fatores, como o excesso de ar aspirado pelo bebê durante as mamadas, que forma gases no abdômen. Remédios não são indicados pelos pediatras para tratar o mal-estar, mas algumas manobras podem ajudar a aliviar a irritação e as dores. Veja como identificar e lidar com o desconforto:

É cólica se...

... O bebê chora demais! Ele já mamou e os pais descartaram a possibilidade de estar sentindo frio ou calor e a fralda não está suja, mas ele continua irritado.

... A criança se contorce e estica fortemente as pernas.

... A barriga fica dura, o bebê elimina gases e sente alívio temporário.

... O rosto fica vermelho toda vez que a cólica se aproxima.

Manobra da “bicicletinha”

O exercício ajuda a eliminar os gases e estimula a evacuação. Coloque a criança deitada na cama e dobre um dos joelhos, pressionando levemente a coxa contra a barriga. Retorne a perna e faça o mesmo com a outra. Repita o movimento até sentir que o abdômen amoleceu.

Massagem na barriga

É um santo remédio! Para isso, besunte sua mão com óleo próprio para massagens em bebês. Escolha um produto produzido com óleo 100% vegetal que é menos alergênico. Formulações enriquecidas com vitamina E protegem a pele e ajudam a hidratá-la. Com os dedos indicador, médio e anular, faça com a mão movimentos suaves e circulares no sentido horário. Parta da região próxima ao umbigo e aumente os círculos até que peguem toda a extensão da barriga. Você vai perceber que ela amolece, os gases são eliminados com maior frequência.

Fonte: http://revistacrescer.globo.com/Carinho-e-protecao/noticia/2017/05/publieditorial-sera-que-e-colica.html

Voltar